A cerveja na dieta

A famosa “barriguinha de cerveja” foi testada cientificamente, especialistas da Universidade de Rochester explicaram que a “barriga de cerveja” é o resultado dos complexos efeitos do álcool sobre o sistema metabólico.

 Estes efeitos são que o álcool reduz a quantidade de gordura que o corpo queima como energia e ao mesmo tempo, uma pequena quantidade de álcool se torna gordura.
O resultado é: o corpo armazena as calorias em excesso que não são queimadas através da gordura acumulada principalmente na barriga.

 Enquanto a cerveja é uma bebida obtida pela fermentação do açúcar a partir de cereais maltados, o que provoca maior ganho de peso é um conteúdo etílico. 

 Se comparado com outras bebidas: uma cerveja de 300ml , contém a mesma quantidade de álcool que um copo de vinho 140 ml  ou uma medida de licor de 42 ml

 Quem não consegue deixar de lado uma cerveja bem gelada, pode optar pela versão light, que tem cerca de 30% menos calorias que versão normal, pois sua fórmula contém teor de álcool e de s carboidratos mais baixo. (Uma lata de cerveja light possui 3 % de teor alcoólico e 77 calorias, já a cerveja comum tem 5% de teor alcoólico e 122 calorias)
Para quem quer ingerir poucas calorias, as cervejas tipo Pilsen são as mais indicadas, enquanto que as cervejas escuras são as mais calóricas

A dose recomendada de cerveja é de uma lata de 290 ml para as mulheres e duas para os homens, por dia.( Esta quantidade não causaria  nenhum mal para a saúde e para o físico.

Tabela de calorias médias de Cervejas e Chopps

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *