Chocolate com moderação traz benefícios à saúde e não prejudica dietas

Indivíduos saudáveis podem consumir e aproveitar as vantagens do chocolate. É o que afirma a nutricionista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Raíssa Garcia Prazeres. “O consumo moderado de cerca de três pedaços pequenos (quadradinhos) de 10 a 15 gramas de chocolate amargo pode trazer benefícios devido substâncias em sua composição que atuam contra doenças cardiovasculares e protegem o sistema imunológico, há estudos ainda que investigam seu possível auxílio na prevenção do Alzheimer, esclarece.

Foram relatados também em alguns estudos, com moderada ingestão de chocolate, a diminuição da pressão arterial em hipertensos, obesos e dislipidêmicos (gordura no sangue).

A dica da nutricionista para usufruir dos benefícios do chocolate “sem culpa” é optar pelo consumo do produto com 60% ou mais de cacau. Isso porque contém flavonoides e polifenois, que agem como antioxidantes protegendo parcialmente o indivíduo de doenças cardiovasculares.
Para aqueles que estão sempre monitorando as calorias, a boa notícia é que estudos preliminares observaram que a ingestão de 10 a 15 gramas de chocolate amargo pode inibir o apetite. “Isso se dá pela ação dos componentes do cacau, que diminuem um hormônio chamado Grelina, cujo papel é o de ativação do apetite”, no entanto, esses estudos ainda não foram comprovados, explica.

Por outro lado, é preciso ter cuidado com os exageros. Consumir uma grande quantidade de chocolate pode, em curto prazo, causar diarreia e sensação de azia. Já, em longo prazo, pode gerar irritação no estômago, lesionando as células e ocasionando a gastrite. Soma-se a isso o aumento de peso, a insônia e agitação.

Modere também o consumo de chocolate branco. “Em sua composição não há cacau e concentra maior quantidade de gorduras em relação ao chocolate ao leite e ao amargo”, finaliza a nutricionista.

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *