Conheça os 6 tipos de excesso de peso

O excesso de peso ocorre quando há um aumento do peso corporal devido ao acúmulo de gordura, que ocorre quando há o consumo excessivo de alimentos, ou seja, consumir mais calorias do que seu metabolismo precisa. Geralmente, o consumo de energia é maior do que se gasta em atividades físicas ou metabólicas.

Alguns dos fatores que contribuem para excesso de peso e até a obesidade são:

– Dieta: Tendência a comer alimentos ricos em gordura e açúcares, geralmente não se consome alimentos com vitaminas, minerais e outros micronutrientes.

– Pouca ou nenhuma atividade física.

– Problemas de tireóide.

– Genética, se os pai são acima do peso, você tem 10 vezes mais probabilidade de ser um adulto acima do peso também.

Para compreender melhor esta doença pode-se dizer que existem 6 tipos de sobrepeso:

image-83489

1. Alimentação

Este tipo de obesidade é o mais comum, onde há a ingestão excessiva de alimentos como fast food, que contém sódio, gorduras trans, impedindo que o corpo realize uma digestão natural. Os pacientes também ingerem alimentos ricos em açúcar. Neste caso, as gorduras se acumulam nas suas extremidades superiores e parte superior do seu corpo. É preciso reduzir a quantidade de alimentos fast food, ricos em açúcares e sódios e realizar atividades físicas pelo menos 30 minutos por dia.

2. Estômago nervoso

As principais causas são: stress, ansiedade e depressão. Quem se se identifica com este tipo de excesso de peso, é provavel que ingira uma grande quantidade de doces e outros produtos com açúcar, devido a busca do preenchimento emocional. A gordura acumula no meio do corpo. Além de um acompanhamento nutricional, é importante a ajuda de um profissional como um psicólogo para a administração do stress e ansiedade. Lembrando que a atividade física também ajuda a aliviar o stress.

3. Glúten

Esse tipo de excesso de peso ocorre com mais regularidade em mulheres nas fases de adolescência, menopausa ou quando ocorre um desequilíbrio emocional. É importante evitar o álcool e tabagismo. Neste caso a gordura se acumula nos quadris, pernas e nádegas. Evite produtos feitos com glúten e realize exercícios com pesos (musculação).

4. Metabólico

As pessoas que apresentam esta barriga inchada,é conhecida como a obesidade metabólica aterogênica. Uma razão pode ser o excesso de álcool por isso é chamado ” barriga de chopp” ou também podem ser problemas respiratórios. É preciso remover o consumo de gorduras e açúcares, tais como sobremesas, pães, doces e bolos e adicionar proteínas em sua dieta.

5. Hereditária

Fatores genéticos podem ser responsáveis por este tipo de excesso de peso, a gordura tende a acumular-se  nas nádegas, coxas e panturrilhas,  Dieta equilibrada e atividades físicas devem ser adotadas.

6. inactividade

Geralmente a gordura se acumula no abdômen, poem aparecer em pessoas que pararam de fazer atividades físicas e ficam muito tempo inativos. Muito cuidado entre a circunferência entre barriga e quadril. Não adianta ficar sem comer por longos períodos, é preciso acelerar o metabolismo e a volta às atividades físicas.

Independente do grau de sobrepeso ou até mesmo se estiver em uma obesidade avançada, você precisa visitar um nutricionista, pois precisa investigar outros fatores através de exames e características como idade, sexo, metabolismo. As imagens são um parâmetro, mas cada indivíduo tem um histórico e precisam passar por tratamentos personalizados.

Be Sociable, Share!